Você está aqui: Página Inicial > Atuação > Comunicação Digital > Capacitação > A Revolucao Digital e os Cidadãos Conectados > Notícias > Secom promove encontro do Google com profissionais de comunicação do Governo Federal para debater estratégias em ambientes digitais

Notícias

Secom promove encontro do Google com profissionais de comunicação do Governo Federal para debater estratégias em ambientes digitais

Capacitação

Diretores do Google Brasil conversaram sobre uso de ferramentas gratuitas para otimizar a produção de conteúdo governamental na internet e destacaram parcerias com o Sebrae
publicado: 02/12/2015 15h29 última modificação: 02/12/2015 15h29
Exibir carrossel de imagens Clauber Cleber Caetano/PR Público formado por membros do SICOM participa do evento

Público formado por membros do SICOM participa do evento

Com o objetivo de estimular estratégias para ampliar o alcance das informações produzidas pelo Governo Federal e facilitar o acesso dos cidadãos a conteúdos e serviços, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) promoveu, neste mês de outubro, o encontro "A Revolução Digital e os Cidadãos Conectados", no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília (DF).

A Secom convidou cinco diretores do Google Brasil para conduzir as apresentações para os cerca de 300 profissionais de comunicação do Governo Federal que compareceram ao evento."Este tipo de capacitação visa trazer novas perspectivas e conhecimentos para os gestores de comunicação do Governo Federal, para que eles possam enfrentar da melhor forma os desafios que surgem no dia a dia de suas rotinas de trabalho", destacou o diretor de Internet da Secom, Keffin Gracher. 

Estratégias de comunicação

O diretor do Google Brasil, Fabio Coelho, abriu o encontro abordando o tema "Google Brasil: Fundamentos da nossa cultura, negócios e o impacto na sociedade". Ele reforçou a parceria da empresa norte-americana com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para disponibilizar as informações de todas as pequenas e micro empresas do Brasil na ferramenta de mapas. 

"A democratização da informação permite o surgimento de empreendedores. Conseguimos incluir uma sociedade inteira pelo celular", reforçou Fabio. O executivo explicou ainda o funcionamento do projeto Loon, iniciado no Brasil em Campo Maior (PI), para conectar pessoas à internet em áreas rurais e remotas. A conexão é feita por meio de balões que flutuam na estratosfera e funcionam como antenas. Os usuários se conectam à rede do balão utilizando o telefone celular e outros dispositivos.

Já durante a apresentação “Presença On-Line – Como criar conteúdo e tornar-se um canal relevante de diálogo com o internauta brasileiro", Marco Bebiano, diretor de Desenvolvimento de Agências do Google Brasil, elogiou campanhas e canais do Governo Federal que já obtiveram presença relevante no Youtube, como as peças criadas para a Campanha de Vacinação contra o HPV, do Ministério da Saúde.

Na palestra "Termômetro do povo: como usar as ferramentas de insights e tendências do Google para as ações do Governo", a diretora de Negócios do Google Brasil, Gleidys Salvanha, destacou que a gratuidade de dados disponíveis podem auxiliar os gestores de comunicação a entenderem melhor o comportamento dos cidadãos na busca por informações e serviços, dando maior eficiência à comunicação em ambientes digitais.

Entre as ferramentas citadas, Gleidys destacou o Google Trends, que possibilita acompanhar o histórico do número de buscas por assuntos ou palavras, e o Think with Google, que apresenta análises de casos de sucesso direcionadas para diversos setores, inclusive governos.

O chefe da Indústria do Google Brasil, Vicente Rodrigues, encerrou a programação do evento com o tema "Ativação On-Line: como promover o alcance do conteúdo no meio digital com criatividade e eficiência”.

Vicente alertou para a importância de oferecer conteúdos adicionais no ambiente on-line. “Não adianta estar presente na vida real e não estar presente no meio on-line, na busca. Se você faz uma campanha maciça na TV, o usuário vai procurar mais informações na internet. Os números mostram”, afirmou.

Inovações na comunicação digital

Integrantes do Sistema de Comunicação de Governo do Poder Executivo Federal (Sicom) presentes no evento destacaram a dimensão do evento para que os profissionais do governo atualizem seus conhecimentos e possam utilizar da melhor forma as tecnologias digitais gratuitas.

“Essa orientação vai nos trazer muitos benefícios. Estamos buscando inovar na comunicação digital e não podemos estar de fora das plataformas de comunicação”, explicou Filipe Donner, diretor de Comunicação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPBA).

O representante do Centro de Comunicação Social do Exército Brasileiro, Major Paulo Sousa, teve a oportunidade de se aprofundar sobre as funcionalidades do Youtube Analytics. Os dados da plataforma já serviram de base para uma adequação da apresentação dos vídeos institucionais do Exército.

“Nós reduzimos o tempo de introdução dos vídeos de 30 segundos para 10 segundos, pois percebemos que o visitante deixava a página durante a introdução dos vídeos. Vamos continuar analisando os dados porque o nosso canal no Youtube supera todas as nossas outras mídias”, afirmou o Major Paulo Sousa.

De acordo com Dríade Aguiar, assessora do Ministério da Cultura, os conhecimentos técnicos passados nesses encontros permitem um acompanhamento mais profundo dos movimentos políticos e ajudam a melhorar a prestação dos serviços públicos. Ela salienta ainda que, além das palestras, é muito importante reunir periodicamente os assessores de comunicação de todas as áreas do governo para debater os desafios políticos e as perspectivas da comunicação pública. 

Próximo tema

O encontro "A Revolução Digital e os cidadãos conectados" integra uma série de capacitações para ambientes digitais promovidas pela Secom. O evento com profissionais do Google sucedeu a capacitação sobre estratégias e ferramentas do Facebook. O Twitter será a próxima plataforma digital a ser discutida.

Fonte:

Secom

registrado em: , , ,
Assunto(s): Capacitação, Internet