Você está aqui: Página Inicial > Atuação > Comunicação Digital > Capacitação > O papel das mídias sociais no fortalecimento da comunicação do governo > Diretores do Twitter e profissionais de comunicação do governo debatem boas práticas

Notícias

Diretores do Twitter e profissionais de comunicação do governo debatem boas práticas

Capacitação

Uso de hashtags dominantes e validação de contas oficiais estão entre os recursos para potencializar a comunicação digital do Executivo Federal na rede
publicado: 02/12/2015 15h29 última modificação: 02/12/2015 15h29

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) promoveu, em 3 de novembro, no CCBB Brasília, um encontro entre executivos do Twitter e profissionais de comunicação do Governo Federal. Foi mais um evento de capacitação em Comunicação Digital da série “Vamos Falar de Ideias?”.

Representantes do Twitter no Brasil apresentaram o panorama da presença do microblog no País e destacaram as melhores práticas para instituições governamentais ampliarem o alcance de informações.

O diretor executivo de desenvolvimento de mercado do Twitter Brasil, Carlos Henrique Moreira Jr., destacou características estratégicas da plataforma para o governo, como a publicação de conteúdos em tempo real, a transparência – já que se trata de uma plataforma aberta –, além de facilitar o diálogo direto com o usuário e a possibilidade de “viralizar” uma ação. Tudo isso numa plataforma usada diariamente por milhões de pessoas.

Hoje, são 320 milhões de usuários do Twitter no mundo, responsáveis por 500 milhões de tweets por dia, sendo 80% dos acessos realizados via celular. Os brasileiros contribuem com 40,7 milhões de tweets por mês. Os números foram apresentados pelo presidente do Twitter na América Latina, Guilherme Ribenboim, na palestra Panorama da Mídia Social no Brasil.

“O Twitter tem o poder de propagar. [Tem também] O poder de ativar e fazer com que uma mensagem chegue a um número maior de pessoas e em diversos meios de comunicação”, afirmou Guilherme.

O bom uso das hashtags (palavras-chave precedidas do símbolo #) também foi lembrado com recurso fundamental para uma comunicação eficiente de governo. “Se eu tenho uma hashtag dominante, eu tenho que usá-la. Não remem contra a hashtag dominante. Se posicionem usando a hashtag”, explicou Leonardo Stamillo, diretor de jornalismo e política do Twitter Brasil.

Para ele, o uso correto da hashtag amplia a audiência pois “coloca seu conteúdo em uma vitrine muito maior, maior do que o número da sua própria audiência”.

O executivo estimulou ainda o uso do selo de validação das contas institucionais e o uso de perfis pessoais de gestores públicos, para humanizar o conteúdo e estimular o diálogo com a população. “É fundamental que a gente tenha uma conta de ministério e uma conta do ministro do Twitter. Tem que estar separado e elas precisam ter o ícone de verificação do Twitter”, defendeu Leonardo Stamillo. A conta com o ícone deixa claro que determinado perfil é de uma fonte legítima.

Leonardo citou ainda outros recursos gratuitos do Twitter que podem ser usados rotineiramente pelas equipes de comunicação do governo, como preparar enquetes para estimular o engajamento e embedar em posts vídeos de até 30 segundos e áudios do Soundcloud. Destacou ainda o uso de ferramentas como o Periscope – para transmissão de vídeo em tempo real – e o SnappyTV, sistema que permite selecionar, editar e distribuir trechos de vídeos de um evento enquanto ele acontece.

“É importante entender o Twitter como um ouvido. Por que não checar o que as pessoas estão falando sobre determinado assunto?”, perguntou o executivo sobre o uso da busca do Twitter, que pode ajudar a detectar informações e antecipar padrões.

Casos de sucesso do Governo Federal no Twitter

Durante as palestras, os diretores do microblog destacaram exemplos de órgãos do Governo Federal que amplificam suas presenças digitais por meio de ações criativas e inovadoras pelo Twitter.

Foi o caso de ações do Ministério da Educação com relação à cobertura do Enem 2015, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, com os tweets sobre a Super Lua, o Blog do Planalto, com a publicação de cards de áudio, e o Ministério da Saúde, com campanhas de prevenção da Aids.

 

Qualificação

O diretor de Internet da Secom, Keffin Gracher, reforçou que o governo continuará investindo neste tipo de evento para aprimorar o trabalho dos profissionais que fazem a comunicação do Governo Federal. “Este tipo de diálogo é importante porque possibilita oxigenar os conhecimentos e traz novas contribuições para que possamos evoluir no trabalho.”

A jornalista Aline Pessotti concorda. Para a assessora de comunicação da Dataprev, “o uso das ferramentas apresentadas pode ampliar o conhecimento da população sobre as ações e serviços ofertados pelo Executivo Federal”.

Os eventos promovidos pela Secom auxiliam ainda ministérios e órgãos federais a responder comentários e demandas recebidas por meio das redes sociais. “Ao conhecer mais sobre as potencialidades das ferramentas do Twitter, poderemos ampliar nossa capacidade para responder e atender as demandas dos cidadãos de forma mais ágil”, explicou Daniela Costa, chefe da assessoria de comunicação do Ministério do Trabalho e Previdência Social.

As consequências da capacitação digital são imediatas e já entram na pauta das reuniões das assessoria de comunicação do governo. “Vamos discutir agora o que vamos levar para nossas ações, como o Periscope, as entrevistas, os vídeos. Estamos pretendendo utilizar para não ficarmos restritos ao compartilhamento de matérias. Tem muito a ser explorado ainda”, afirma Denise Feitora Benevides, assessora de comunicação do Incra.

“O uso do vídeo, principalmente se a gente conseguir esse upgrade [melhoria] de colocar vídeos com mais tempo, é o principal elemento que vamos trabalhar. Assim como vamos estruturar melhor as campanhas, com hashtag e posicionamento. As dicas repassadas aqui são muito importantes”, disse o gerente da assessoria de imprensa do Serpro, Carlos Marcos Torres.

Agenda de eventos

O evento “Vamos Falar de Ideias?” faz parte de uma série de capacitações promovidas pela Secom. Outros dois encontros debateram as potencialidades e ferramentas do Facebook e do Google, ocasiões em que diretores das duas empresas também estiveram presentes.

No dia 15 de dezembro, os profissionais de comunicação do Governo Federal terão a oportunidade de conhecer melhor e debater as ferramentas e potencialidades do Youtube.

Fonte:

Secom