Você está aqui: Página Inicial > Atuação > Patrocínio > Balanço das Ações de Patrocínio - 2014

Balanço das Ações de Patrocínio - 2014

por secom publicado 16/04/2015 10h35, última modificação 16/04/2015 10h35

Em 2014, a SECOM analisou 3.804 ações de patrocínio submetidas pelos órgãos e entidades da administração pública federal, cujo investimento totalizou R$ 1,4 bilhão, distribuído nas áreas esportiva, cultural, de eventos, social e ambiental, conforme apresentado na Tabela 12. Desse total, 37,62% do investimento proposto se refere a projetos Esportivos, com destaque para o patrocínio do Banco do Brasil à SAUBER F1 TEAM, e da Caixa, para diversos clubes do futebol brasileiro.

Foram realizadas 25 reuniões ordinárias do Comitê de patrocínios, que contribuíram para a análise técnica dos projetos, e para a disseminação de boas práticas e políticas públicas entre os integrantes do SICOM.

TABELA 12 – PROPOSTAS DE PATROCÍNIO ANALISADAS EM 2014 – ÁREAS / VALORES

 Patrocínios por área 2014

 Fonte: SISAc (05.01.2015).

 
A Tabela 13 demonstra a queda na quantidade de propostas e no volume de investimentos de patrocínio em 2014, em relação ao exercício anterior.

TABELA 13 – PROPOSTAS DE PATROCÍNIO ANALISADAS (2011-2014) ÁREAS / VALORES

Patrocínios por área 2011 - 2014 valores

Fonte: SISAc (05.01.2015). Valores em milhões de reais.


A Tabela 14 mostra a distribuição do investimento por região, e, também, fora Brasil (internacional), considerando os municípios de realização informados nas ações de patrocínio.

TABELA 14 – PROPOSTAS DE PATROCÍNIOS ANALISADAS EM 2014 – REGIÕES

 Patrocínios por região 2014

Fonte: SISAc (05.01.2015).


NOVA INSTRUÇÃO NORMATIVA

A publicação da IN SECOM nº 09, em 23/12/2014, em substituição à IN SECOM nº 01, de 08/05/09, foi resultado de um amplo processo de revisão e atualização de conceitos técnicos de comunicação, realizado em parceria com os órgãos e entidades da administração pública federal.

Entre as principais alterações, destaca-se a evolução do conceito de patrocínio no campo da comunicação social, a delimitação de iniciativas de outras áreas que não se enquadram como patrocínio, a valorização das políticas e dos processos de seleção pública de projetos, e o alinhamento dos procedimentos de contratação e prestação de contas.