Você está aqui: Página Inicial > Orientações gerais > Mídia > Planejamento de Mídia

Planejamento de Mídia

por Site Secom publicado 15/05/2012 12h01, última modificação 02/12/2014 15h40
Orientações aos órgãos e entidades do Sicom para critérios técnicos de mídia sobre a implementação das ações de comunicação

Para o planejamento de meios e veículos, a Secom orienta os órgãos e entidades do Sistema de Comunicação de Governo do Poder Executivo Federal (Sicom) para a utilização de critérios técnicos de mídia na implementação das ações de comunicação.

A seleção dos meios é pautada por pesquisas reconhecidas no mercado que trazem informações como: cobertura, penetração e afinidade, além de demais dados técnicos para identificar e selecionar a melhor programação de acordo com os objetivos de comunicação de cada ação, conforme detalhado a seguir:

TV Aberta – A programação é definida com base na audiência e afinidade dos programas de cada emissora. No Poder Executivo Federal, os volumes de investimentos são orientados pelos índices de participação de audiência (share) dos veículos apresentados por pesquisas. Sempre que adequado e possível, são previstas no planejamento emissoras segmentadas e regionais.
Rádio – Programação com base nas classificações de audiência disponibilizadas por pesquisas. Nas praças sem pesquisa, são priorizadas programações abrangentes, em veículos inscritos e considerados aptos no Cadastro de Veículos da Secom
Jornal – Nas programações são consideradas as praças priorizadas nas ações e o perfil do público-alvo, podendo ser selecionados títulos segmentados (populares, tradicionais, esportivos, entre outros.). A Secom orienta nas programações a priorização de veículos com circulação e tiragem certificadas e a abrangência do maior número de títulos da praça inscritos no Cadastro de Veículos da Secom e considerados aptos.
Revista – Planejamento e seleção abrangente dos títulos conforme segmento a ser atingido.  A Secom orienta nas programações a priorização de títulos com base em informações de circulação e tiragem certificadas. 
Internet – A partir da definição de público-alvo e cobertura da campanha, são orientados planejamentos abrangentes de portais com regularidade cadastral, conforme classificação de audiência válido para o meio. 
Mídia Exterior – A partir da definição das praças em que haverá veiculação e do tipo de mídia exterior a ser utilizado, a Secom orienta a priorização de um planejamento abrangente entre os veículos com regularidade cadastral.